Segunda-feira, 28 de Julho de 2008

Mais subsidiodependência?

Fábricas de biocombustível portuguesas estão paradas


publicado por caodeguarda às 08:28
link do post | comentar | favorito
|
Quinta-feira, 24 de Julho de 2008

hehehe

O benfica anunciou no seu site oficial que ira mudar o seu emblema.
Assim, mudará a velhinha aguia pelo elefante do Jumbo.
Desta forma, mostrará a grandeza do clube, as orelhas do presidente e as trombas do 6 milhões de benfiquistas, pelo FCP ir à Liga dos Campeões

 
 

tags:

publicado por caodeguarda às 08:20
link do post | comentar | favorito
|

mas será que isto ainda é novidade para alguém? já se sabia que era mera caça à taxa xuxialista...

Obras Públicas
Nem TGV nem novas estradas de Sócrates são rentáveis
O Jornal de Negócios e a Antena 1 estudaram os números do TGV e do pacote de estradas anunciado pelo Governo e concluem que a Alta Velocidade não é sequer operacionalmente rentável.

Maria  João Babo
mbabo@mediafin.pt
Alexandra  Noronha
anoronha@mediafin.pt


O Jornal de Negócios e a Antena 1 estudaram os números do TGV e do pacote de estradas anunciado pelo Governo e concluem que a Alta Velocidade não é sequer operacionalmente rentável.

Mas os estudos do Governo incluem ganhos na redução de CO2 e de acidentes de viação que equilibram as contas. Nas estradas, umas são viáveis, a maioria não. Aqui, são os impostos que se espera cobrar a mais que pagam a factura.

in Jornal de Negócios


publicado por caodeguarda às 07:57
link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 21 de Julho de 2008

quando a poblicidade faz o tiro sair pela culatra...

Este anúncio foi publicado em 1919,
logo depois do início da proibição da
venda e fabricação de bebidas alcoolicas
nos EUA (a famosa Lei Sêca)


   
Agora olhe bem para elas e responda:  
Você deixaria de beber?


publicado por caodeguarda às 11:52
link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 14 de Julho de 2008

Gostava de ter sido eu a escrever isto...

Tiros, Políticos e Verdades que ninguém quer dizer…

 

 

Analisar acontecimentos e temas como os tiros do bairro não sei quantos e da habitação social é, politicamente, tão perigoso e escorregadio que, depois de se ouvir os políticos escutados sobre o assunto, é fácil perceber que ninguém quer tomar posições, propor soluções, nem falar muito. O motivo é muito simples: trata-se de um tema politicamente inconveniente em que qualquer posição tem custos óbvios. Assim, é preferível pôr cara de caso e falar sem dizer nada, aliás uma das especialidades dos verdadeiros políticos.
A questão é realmente complexa e talvez nunca se venha a conseguir resolver por completo, embora fosse muito mais importante canalizar as verbas dos TGVs, Aeroportos novos e outras parvoíces, para a tentar, e isso é possível, minimizar. É preciso coragem política, dinheiro e autoridade do estado e um conjunto severo de medidas, que até são fáceis de importar de outros países… Quanto aos sociólogos, esquerdistas militantes, defensores dos direitos humanos (como se o resto da população não o fosse), etc., teriam uma residência fixa num desses bairros à sua escolha e, lá, poderiam aplicar na prática e no seu habitat natural as suas ideias.
Algumas medidas parecem-me lógicas:
1ª Deportar para os países de origem, sem quaisquer delongas, todos os indivíduos, de nacionalidade estrangeira, inclusive os nascidos em Portugal, envolvidos em ilegalidades bem como os seus dependentes.
2ª Criar um banco de dados digital onde deveriam constar as impressões digitais e todos os dados biométricos considerados relevantes para futura identificação.
3ª Apenas aceitar a entrada de estrangeiros com trabalho e residência previamente asseguradas.
4ª Apenas conceder alojamento social a quem efectivamente o mereça, uma das curiosidades das imagens filmadas no tal bairro social é que grande parte dos automóveis que se vêem são melhores que o meu e do de muitos milhares de portugueses, que não têm qualquer apoio e vivem com a preocupação constante de pagar as prestações e os seus compromissos, logo, quem possui um bom e dispendioso automóvel é porque não necessita que os outros lhe paguem casa, rendimentos mínimos, subsídios e etc. e tal…
5ª Quem estragasse as residências e os bairros em que habita seria, pura e simplesmente, despejado; a sociedade tem o dever de ser solidária mas não tem de ser estupidamente tolerante.
6ª Chamada a intervir numa situação como a verificada, a polícia deveria intervir a tiro, abatendo quem fosse apanhado a disparar. Contra chumbo, chumbo e meio.
7ª Se, como diz um dos intervenientes entrevistado, as suas armas estavam legais, seria necessário saber e culpabilizar quem procedeu à sua legalização, já que a legislação não só é muito clara como muito restritiva.
8ª Os locais a alojar os bairros sociais devem, obviamente, ser dos mais económicos, uma vez que 1000 m2 com vista uma boa vista para o mar, podem chegar a valer o mesmo que 15 ou 20 000m2 localizados em zonas menos apetecíveis. Uma vez mais, a sociedade tem o dever de ser solidária mas tem, igualmente, que manter o respeito pelos interesses alheios. Por exemplo, quando há cerca de 3 anos tive de mudar de casa, porque a família cresceu, não pude ir viver, nem de perto nem de longe para onde queria, mas, tão só, para onde podia… Consultando vários anúncios, fui ver uma casa que me parecia em conta e, ao lá chegar, verifiquei que quase todas as casas, pequenas moradias e apartamentos estavam à venda… estranhei, dei mais uma volta e deparei-me com um bairro social com magnífico aspecto, tão bom que não me importava nada de ir para lá viver. Pois bem, um mês depois das casas terem sido entregues, parecia que se tinha entrado no Iraque… se as pessoas que para cá imigram, sejam quem forem, não têm os nossos padrões sociais, nem vontade de os ter, então devem voltar para onde vieram. Reparem no prejuízo que tiveram as pessoas que deram uma fortuna pelas suas casas e que, por instalarem na proximidade um bairro social com aquele tipo de gente, tiveram que as vender fosse a que preço fosse, só que ninguém já as queria… A não ser, familiares, amigos e sócios desses alojados sociais.
Tudo isto, pode custar muito ouvir, mas não é política social, mas anti-social; em primeiro lugar tem que se olhar aos que cá vivem, trabalham e batalham, muitas vezes arduamente, para conseguir sobreviver. Só depois, se sobrar alguma coisa, para os outros.
 
No porquemedizem.blogspot.com

publicado por caodeguarda às 16:04
link do post | comentar | favorito
|

hoje volto a Angola

assim a casota fica fechada... se der coloco uma ou outra mensagem... senão... adeus e até ao meu regresso

sinto-me:

publicado por caodeguarda às 10:06
link do post | comentar | favorito
|

Ainda a Casa Pia

O Ministério Público decidiu arquivar a queixa por Difamação interposta por Paulo Pedroso contra 6 testemunhas do Processo Casa Pia. Ao que parece, o Ministério Público considerou que as testemunhas são credíveis e que não actuaram com a intenção dolosa de o prejudicarem.

 

Mais uma vez se questiona se o facto de Paulo Pedroso ter sido ilibado das acusações iniciais, não terá sido uma manobra politica, como tantas vezes foi sugerido!


publicado por morgado_do_bombarral às 08:28
link do post | comentar | favorito
|
Sexta-feira, 11 de Julho de 2008

Então não era ao contrário? o Robim dos Bosques não tinha o lucro como fito...

Medidas contra a crise dão ganho de 20 M€ ao Estado


As medidas de combate à crise anunciadas ontem pelo primeiro-ministro no debate parlamentar sobre o Estado da Nação deverão gerar um ganho orçamental estimado de 20 milhões de euros, avança o jornal Público esta sexta-feira.

As estimativas são do próprio executivo: o aumento das deduções no IRS dos encargos com juros de empréstimo à habitação pode custar ao Estado 40 milhões de euros, a criação do passe escolar e o alargamento da acção social escolar, um pouco mais de 30 milhões de euros.

Enquanto o imposto sobre as petrolíferas (taxa Robin dos Bosques) deverá render 100 milhões. Já as autarquias podem ver as suas contas penalizadas em cerca de 100 milhões de euros.

Feitas as contas, as ajudas na área da habitação, educação e transporte, combinadas com uma nova taxa cobrada às empresas petrolíferas, «geram um saldo positivo de cerca de 20 milhões de euros no orçamento gerido pelo Governo», nota o jornal.

 

Diário Digital


publicado por caodeguarda às 09:03
link do post | comentar | favorito
|
Quinta-feira, 10 de Julho de 2008

isto já não é desonestidade... é pura incompetência...

 

Camilo Lourenço
E a alternativa GPL?
camilolourenco@gmail.com

 

 

Na confusão da crise dos combustíveis, o Governo desfez-se em trabalhos para facilitar a vida a algumas corporações: camionistas, pescadores, taxistas As soluções não foram as melhores (e outras, como a criação do gasóleo profissional, seriam ainda piores): o Governo perdeu receita, ou aumentou despesa, e aos grupos afectados soube a pouco.

 

 
 
Na confusão da crise dos combustíveis, o Governo desfez-se em trabalhos para facilitar a vida a algumas corporações: camionistas, pescadores, taxistas… As soluções não foram as melhores (e outras, como a criação do gasóleo profissional, seriam ainda piores): o Governo perdeu receita, ou aumentou despesa, e aos grupos afectados soube a pouco.
 
O problema é que para alguns deles (taxistas e transportes urbanos), um pouco mais de imaginação teria feito milagres. Bastava que o Governo fomentasse a utilização de GPL (Gás de Petróleo Liquefeito).
 
O litro deste combustível custava ontem 67 cêntimos contra 1,43 euros do gasóleo. Com outras vantagens: polui menos que o gasóleo (emissões e ruído) e garante o mesmo rendimento do motor (os taxistas da comunidade de Madrid são o maior utilizador de GPL na Europa). Além disso, o Imposto Automóvel sobre um veículo a GPL é de 50% da taxa normal, o que compensa os dois mil euros da transformação.
 
Do ponto de vista fiscal esta solução traria, em sede de ISP, perdas pequenas para o Estado. Mesmo que o consumo de GPL subisse para 22 mil toneladas em 2008 (20 mil em 2007).
 
Se assim é, o que está a emperrar a adopção do GPL? A burocracia e a proibição de estacionar em caves (medida cada vez mais obsoleta face ao avanço da tecnologia na construção dos depósitos): a homologação de cada pedido de transformação de veículo chega a demorar 6 meses…

in Jornal de Negócios


publicado por caodeguarda às 21:51
link do post | comentar | favorito
|
Quarta-feira, 9 de Julho de 2008

finamente a mentalidade começa a mudar na Europa... falta em Portugal

IN ITALY THE BSL IS DEAD TOO:

 
Scrapping of dog blacklist proposed
 
Published on the 09-07-2008
 

Welfare Undersecretary Francesca Martini on Tuesday launched a campaign to scrap Italy's blacklist of dangerous dogs, replacing it with a law making owners more responsible for their pet's training and behaviour.
''There will be no prejudicial list that catalogues animals on the basis of their race by the end of the summer,'' Martini pledged.
Under the current law, there is a list of 17 breeds that are considered potentially dangerous, including Rottweilers, pit bull terriers, bull mastiffs and American bulldogs.
Owners of these breeds are required to keep them muzzled in public places and ensure that they pose no danger to others, while failure to respect the law can result in the animal being put down.
Martini's plan to scrap the list immediately came under fire from parents' association MOIGE and consumer group Codacons.
''It's undeniable that races such as pitbulls, Rottweilers and Argentinian dogos can be very dangerous and in many cases have severely wounded or killed people,'' said MOIGE president Maria Rita Munizzi.
''While an investment into the training for dog owners may be valuable, it's equally important not to let our guard down with these races - we have to consider the potential danger which can be aggravated by the inexperience of children,'' she added.
Codacons said the number of dog attacks had reduced dramatically since the 2004 introduction of the black list for the earmarked breeds.
''The dramatic accidents since have mainly involved breeds excluded from the list like Staffordshire Terriers or Bordeaux Mastiffs, or dogs on the list but inside owners' homes, where the law does not apply,'' it said.
''Research shows that for a dog it's normal to react by biting human beings, and this cannot just be put down to a lack of training''.
But Martini's proposal received support from animal rights organisation ENPA.
''We know the list is useless, damaging and creates collective psychosis and phobias,'' said ENPA President Carla Rocchi, adding that the organisation had years of experience of rehabilitating so-called dangerous breeds who had been trained for the illegal dog fighting market.
''Even an ex-fighter trained to be ferocious can be reeducated to be sweet and live peacefully with man,'' she said.
ITALY HOME TO 600,000 STRAY DOGS
Martini also appealed to Italians not to ditch their pets when they go on holiday - an annual occurrence over the summer months.
A 2004 law introducing 1,000-10,000 euro fines and a one-year jail term for holidayers offenders has so far failed to stem the practice, with some 150,000 dogs and 200,000 cats abandoned each year.
Most of the suddenly unwanted pets are left by roadsides as their owners set out for beach or mountain resorts, and an estimated 85% of dogs die within 20 days of being abandoned.
According to Welfare Ministry figures presented on Tuesday, there are 600,000 stray dogs in Italy, only a third of which are in kennels.
Puglia is the region with the most strays at 70,700 dogs, followed by Campania (70,000), Sicily (68,000), Calabria (65,000) and Lazio (60,000).
In addition to carrying infectious diseases and harming livestock, stray dogs wandering on roads can cause accidents, the ministry said.

 

Recebido por e-mail

 

Petição pelo fim da BSL

 


publicado por caodeguarda às 23:23
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Outubro 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. 100 de rePública

. Os verdadeiros "democrata...

. felizmente há quem goste ...

. Suíça vai referendar expu...

. Membros de Hollywood quer...

. 5 de Dezembro - Dia Inter...

. serviço público - recompe...

. quem faz anos hoje quem é...

. a planificação socialista...

. andei o dia todo com vont...

.arquivos

. Outubro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

.tags

. todas as tags

.links

.aborto

SAPO Blogs

.subscrever feeds