Quinta-feira, 11 de Setembro de 2008

Só podem estar a gozar, não?

Isto dá um novo significado ao "flagrante delito"... mais um caso para envergohar a (in)justiça portuguesa...

 

Disparou na esquadra e ficou em liberdade


JOSÉ MANUEL OLIVEIRA
Portimão. Suspeito não pode sair do concelho nem contactar a família da vítima

Família do baleado, que está internado, exige que seja feita justiça

Vai aguardar julgamento em liberdade, após ter sido ouvido ontem à tarde por um juiz de instrução criminal no Tribunal de Portimão, o homem de 55 anos que atingiu, na terça-feira, no interior da esquadra da PSP daquela cidade, com vários tiros de um revólver, um indivíduo de 31 anos. Preparavam-se para apresentar queixas um do outro, devido à venda de um terreno florestal na zona de Marmelete, concelho de Monchique. Além da obrigatoriedade de apresentação diária na PSP de Portimão, o suspeito fica proibido de se ausentar deste concelho, onde reside, e de contactar a família da vítima e seus familiares.
 
No DN

 


publicado por caodeguarda às 07:07
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 9 de Setembro de 2008

Inimputáveis

O mais espantoso (na minha opinião) relativamente à reacção pública à condenação cível recente do estado pela prisão preventiva abusiva de Paulo Pedroso não são os contornos do processo nem a justiça da condenação, que só peca pela sua raridade e pelo cheiro que deixa no ar de que o seu arrojo se ficou mais a dever ao protagonista concreto da queixa e ao caso a que se refere do que a um critério e padrão universal de justiça, ainda bastante longe e alheio do cidadão anónimo envolvido em mais que frequentes situações similares.

 

O que me espanta é que, tendo sido dado como provado na decisão concreta (que, lembre-se, ainda não é definitiva e já foi alvo de prometido recurso pelo Ministério Público) que a invalidade da prisão preventiva foi sustentada pela existência de um erro grosseiro por parte do juiz que a decretou, se aceite de ânimo leve que é ao estado que cumpre o pagamento dessa indemnização, e que o juiz em causa, responsável único e último por esse erro grosseiro, não partilha ou assume na totalidade qualquer pagamento dessa indemnização. Acrescente-se, pelo menos do que é público, que também não incorre pelo mesmo facto em qualquer sanção ou reprimenda disciplinar.

 

Roubado a João Luis Pinto n' O Insurgente

 


publicado por caodeguarda às 16:47
link do post | comentar | favorito

E o Rui Pereira ainda acha que fez um bom serviço...

Tribunal liberta duas vezes ladrão

O Tribunal de Paços de Ferreira libertou ontem, por duas vezes no espaço de poucas horas, um indivíduo de 25 anos que foi detido primeiro por roubo de fios de cobre e depois por furto de um automóvel. O homem foi detido pela GNR local na sequência de um mandado de captura por roubo de cobre e, após audição judicial, mandado em liberdade. Mesmo em frente ao Palácio da Justiça, verificando que uma viatura tinha as chaves na ignição, não resistiu e colocou-se em fuga com o referido carro.

 

Alertados para o facto, os militares da GNR montaram um cerco à zona, com várias patrulhas, e em poucos minutos interceptaram o indivíduo. Depois de ter sido capturado e confessado o crime, o indivíduo foi novamente encaminhado para o tribunal local para um processo sumário, mas por falta de um documento a instância judicial decidiu marcar a leitura da sentença para dia 18 de Setembro, deixando o indivíduo em liberdade.

Esta situação causou a estupefacção dos militares da GNR, que suspeitam de que o jovem, natural e residente na freguesia de Penamaior, seja "em breve" autor de novos furtos.

 

Alexandre Panda
 
roubado ao Correio da Manhã

publicado por caodeguarda às 16:19
link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 8 de Setembro de 2008

se o Pinto de Sousa descobre isto importa já o modelo...

ou "Os ingleses devem estar doidos 2"

Anti-terrorism laws used to spy on noisy children

Councils are using anti-terrorism laws to spy on residents and tackle barking dogs and noisy children.

 


publicado por caodeguarda às 16:00
link do post | comentar | favorito
Domingo, 7 de Setembro de 2008

como dar a volta ao texto... para os "amiguinhos dos animais" com amor...

 

 


publicado por caodeguarda às 12:52
link do post | comentar | favorito

Big Brother Sec XXI

Spy Software Could ID You By Your Shadow

http://blog.wired.com/wiredscience/2008/09/spy-software-th.html

New software could recognize you by your signature gait by analyzing the movements of your shadow from aerial videos.


The technique, developed by Engineer Adrian Stoica at NASA's Jet Propulsion Laboratory and reported by New Scientist, solves one of the long standing problems of aerial reconnaissance and spy satellites— how do you recognize a person when you can only see the top of their head and shoulders?

Kevin Spacey's performance in The Usual Suspects nothwithstanding, it is hard to disguise your gait, which is why the technique is so powerful. In fact, using a person's gait for positive biometric identification is being studied in a number of places.

In a speech last month to a security conference in the UK, Stoica explained that by using shadows you can read the length and rhythm of someone's gait and do an identification, even from above. He has written software that isolates the shadow from video, and adjusts for time of day and camera angle to deal with elongated and foreshortened shadows. Stoica shot video from the top of a six story building to test out his software and was able to get usable gait data on his subjects.

Now going from six stories to satellites in low Earth orbit is probably a stretch. The best commercial low Earth orbit satellite (GeoEye- launching this Sunday to power better Google Maps) will have 41 cm resolution. The best known military spy sat can see at least down to 10 cm (though who knows what classified hardware can do). GeoEye is also only taking stills as it flies over, not the kinds of video footage that Stoica was using. To do that, you might need to go up to geostationary orbit which is much farther out and according to one expert, just wouldn't have the resolution. Unmanned aerial vehicles (UAVs) flying overhead, on the other hand, might work just fine for this.

Either way, you may want to practice skipping from place to place when it is sunny out.


publicado por caodeguarda às 00:06
link do post | comentar | favorito
Sábado, 6 de Setembro de 2008

Porreiro pá!!!

Aeronáutica. Foi por água abaixo o projecto para instalar em Évora uma fábrica para construir o novo avião do grupo francês GECI, o 'Skylander'. Um projecto de 125 milhões de euros e três mil postos de trabalho (mil directos). Paris resolveu em três semanas o que Lisboa não solucionou em quatro anos

Problemas burocráticos levaram GECI a cancelar o projecto

Afinal Évora já não vai ter a fábrica dos aviões Skylander, do grupo francês GECI, projecto que previa um investimento na ordem dos 125 milhões de euros, criando cerca três mil postos de trabalho (mil directos, os restantes indirectos).

Num volte-face ocorrido nas últimas três semanas, e que incluiu o envolvimento directo do Presidente da França, Nicholas Sarkozy, a GECI decidiu construir a sua nova unidade fabril na região da Lorena, França. Há quatro anos que se preparava a instalação da fábrica em Évora. O projecto já tinha obtido o estatuto de PIN (projecto de interesse nacional).
 

No DN


publicado por caodeguarda às 06:05
link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 5 de Setembro de 2008

A gaja não presta e o Mário Crespo põe os pontos nos is...

Os partidos políticos são pagos com dinheiro público. Não são clubes de reflexão filosófica ou política para baronesas ou barões diletantes. Os partidos e os partidários, governo ou oposição, estão lá pagos e bem pagos porque se dispuseram a servir causas públicas. Celebraram esse contrato de confiança com os País nas eleições. Assumiram compromissos públicos em congressos onde se escolhem pessoas para ter representatividade.

Os deputados custam muito dinheiro ao erário público. Os deputados europeus custam muitíssimo. As estruturas partidárias são pagas pelos contribuintes. Os que delas usufruem e os que nelas se assumem com posturas nacionais têm por obrigação o cumprimento do contrato que aceitaram. Em Portugal há uma imensa complacência com o distanciamento entre os políticos e o eleitorado que os escolhe e lhes paga.


publicado por caodeguarda às 21:21
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Outubro 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. 100 de rePública

. Os verdadeiros "democrata...

. felizmente há quem goste ...

. Suíça vai referendar expu...

. Membros de Hollywood quer...

. 5 de Dezembro - Dia Inter...

. serviço público - recompe...

. quem faz anos hoje quem é...

. a planificação socialista...

. andei o dia todo com vont...

.arquivos

. Outubro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

.tags

. todas as tags

.links

SAPO Blogs

.subscrever feeds